Palhaços de Circo

Futebol no Brasil é mais forte e passional que religião, política ou qualquer outra coisa. É o único esporte no mundo que consegue centralizar os mesmos sentimentos em uma nação de 15, 20 ou 30 milhões, seja ela qual for.

Uma nação de 15, 20 ou 30 é completamente heterogênea e isto que faz do futebol tão bonito, a democracia que ele possibilita.

No mesmo estádio e as vezes até arquibancada estão para ver o Corinthians jogar de Antônio Ermírio de Moraes até o sujeito que deixou de jantar três dias para estar lá.

Mais uma vez, esta é a beleza do futebol.

Agora, exatamente por isto é que quem está lá em cima, no comando, tem que ter total consciência de que será ouvido, interpretado e repetido pela mais variada platéia.

Sou são paulino, achei ridícula a palhaçada de zoar o rival na apresentação do Luiz Fabiano. Em uma festa que deveria ser são paulina, tinha gente que estava mais interessada em xingar o Corinthians do que celebrar a contratação. Idiotas que são não perceberam que passaram um atestado de grandeza ao alvi-negro. O mesmo vale para o Corinthians que em festa de 99 anos, data tão importante para o clube, coloca vídeo com um Bambizinho nas cenas. Ou quando seus dirigentes aproveitam qualquer momento de foco das câmeras para ironizar o rival e sua história. O fato é que estão se comportando muito mais como invejosos com dor de cotovelo do que gente que tem orgulho da bandeira que ostenta, uma vez que perdem um tempo precioso que poderiam falar do próprio clube zombando os rivais. Se a minha matemática está certa, parece que os rivais são mais importantes que o próprio Corinthians então.

Especificamente esta briga de São Paulo e Corinthians passou completamente dos limites. Todos são culpados, não importa quem começou ou porque começou, isto é coisa de criança. O que importa é que esta gente com intelecto de formiga precisa lembrar que eles estão sendo seguidos por milhões, e tem que lembrar também que dentro destes milhões se houver um porcento de torcedores com o mesmo intelecto dos seus representantes já é o suficiente para dar uma merda grande.

É por isto que a cada dia que passa os clássicos ganham mais sentido de guerra. Há muito tempo o clássico deixou de ser aquele dia que você sente aquele frio na barriga, misto de respeito, apreensividade e esperança para virar literalmente o dia de fúria.

Estes torcedores de gravata não enxergam são eles que estão matando o futebol aos poucos. E um dia, quando a porra da policia decidir que clássico é jogo de torcida única, virão reclamar de tudo aquilo que ajudaram a criar.

Tenho um amigo de minas que diz que dia de Atlético e Cruzeiro é só conflito com data marcada.

No Rio felizmente as coisas ainda se preservam românticas dentro do possível e um Fla-Flu ainda é o espetáculo mais lindo de ver. Isto é claro até o dia que algo acontecer e todos nós brasileiros perdermos este show para sempre.

O foda é que enquanto nossos dirigentes forem um bando de torcedores que usam terno e gravata não dá para cobrar inteligência destes. Zoeira, gozação é coisa de torcedor, este é o papel dele, o papel do dirigente é calar a boca e trabalhar, e isto, parece que não fazem com a mesma competência.

Só consigo concluir que estão na profissão errada.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2011/04/16/evento-de-marketing-no-corinthians-vira-palanque-para-provocacao-aos-rivais.jhtm

Anúncios

4 Responses to Palhaços de Circo

  1. Ariel says:

    Estes torcedores de gravata não enxergam são eles que estão matando o futebol aos poucos.
    isto resume todo seu texo, muito bom, muito bom mesmo…
    vale citar aqui tbm quando o ex presidente do palmeiras em uma festa da torcida organizada fico provocando o sao paulo.

    o futebol ta o que ta, justamente por conta desses ai

  2. Ariel says:

    sim, isto e estimulo de violencia

  3. Ariel says:

    olha pra mim o futebol teria muito mais renda se os jogos fossem emocinantem com varios gols, que fosse mais charmosos como antigamente, ai teria muito mais familia, quanto mais familia mais refrigentes e pipocas seriam vendidos, quanto mais familia mais camisas e apetrejos do clube seria vendido e por ai vai, mas como todo politico ou politica tudo tem que ser monopilizado ai o dinhero vai pra um lado so

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: