O homem que parou a guerra

Até hoje na história deste planeta conhecia-se apenas um homem que havia parado o tempo e feito uma guerra inteira cessar para vê-lo encantar entre quatro marcas de cal, até hoje…

Pelé parou uma guerra civíl.

Rogério Ceni parou um São Paulo e Corinthians.

Com todo o respeito aos africanos e ao rei do futebol… a guerra civíl do Congo Belga nem se compara a um São Paulo e Corinthians.

Quando saiu o gol do Mito aos oito do segundo tempo só fui voltar a ver o jogo aos trinta e só fui notar que o Corinthians tinha feito um gol cinco minutos depois. Simplesmente não dava para voltar para o jogo. Muitos não entenderão, é um sentimento muito especial que só o são paulino pode ter. Sentimento de quem tem certeza que um mito, um predestinado passou por aqui e nos deu o privilégio de dividir com ele este momento tão especial.

Não é coincidência amigos, não pode ser. Este mito, que há algum tempo virou Deus para mim, nasceu lá em Pato Branco e se preparou a vida inteira para este momento, momento de parar uma guerra.

Ele existiu para isto.

Os corinthianos podem negar até o último momento de suas vidas, mas não teve jogo depois do gol. Os dois times pararam para ver a história ser escrita. A esquadra são paulina se perdeu completamente, ficou irreconhecível a corinthiana se desorganizou, perdeu a cabeça, agrediu e em um dado momento simplesmente só esteve lá, com a certeza de que nada que fizessem poderia mudar algo que estava escrito no livro de nossa história há anos.

Parecia que todo mundo naquele estádio direta ou indiretamente só queria ver o jogo terminar. Não tinha propósito continuar jogando, o jogo havia terminado aos oito do segundo tempo. Aquele jogo poderia ter continuado pela noite inteira, não iria sair o gol.

Não era tarde de Corinthians, não era tarde de Liédson, não era tarde de Dagoberto, era tarde de Rogério Ceni.

Tarde de um homem que parou a guerra.

PS.: Pensei em fazer uma análise do jogo como sempre tento fazer, tirei esta idéia idiota da cabeça. Não teve jogo. Pra que ficar escrevendo um monte de merda.

PS2.: Parece que finalmente SCCP teve o seu centenário.

Anúncios

15 Responses to O homem que parou a guerra

  1. Guilherme says:

    analise perfeita…. Ele fez eu acreditar de uma vez por todas na vida……. sempre fui pessimista mas a partir daquele gol, ele mostroU como devemos acreditar acima de tudo no bem e no melhor!!!!!!

    OBRIGADO CENITENÁRIO pela maior das emoções da minha vida!!!!

  2. JOSE says:

    logico o que o rogerio ceni fez foi lindo, reflexão sobre futebol e tudo mais,
    mas leonardo nada se compra a uma guerra, o que pele fez nao tem comparações
    ele para duas nações, nao duas torcidas de clube de futebol, ja pensou se o rogerio ceni conseguiria parar uma guerra civil?, eu acho que ele nao teria popularidade para isso.

    Não tem como comparar, guerra civil com um classico de futebol.
    voce tem que cuida com suas emoções de torcedor.

  3. Ariel says:

    jose concordo com vc,
    mas pele nao paro uma guerra entre nações,
    mas assim mesmo nao se compara guerra com classico de futebol
    so que isso e sentimento de torcedor e aqui e um blog sobre futebol
    e nao sobre a sociedade.

    • Leonardo says:

      Exatamente!

      Fiz como uma crônica.

      É óbvio que não penso assim na realidade.., Uma guerra de verdade é terrível e o futebol nem se compara.

      Basta só um pouco de interpretação, só isso.

  4. leonel says:

    Sou santista e gostei do testo, o futebol é capaz de nos proporcionar momentos de alegria, é uma pena q temos muitos q não pensam assim, parabéns ao RC pelos 100 gols, sãopaulinos tem q se orgunhar de ter em seu time um mito como o grande RC.

  5. Bruno Leonardo says:

    kkkkkkkk estudo historia da africa e veja qual guerra foi guerra

  6. Luiz Ribeiro says:

    Se eu tivesse contato com o Ceni colocaria este texto numa moldura e daria de presente pra ele.

  7. Carlos Alberto Melo says:

    Belo post este seu, Leonardo! Diz exatamente o que penso sobre a partida. O jogo deveria ter se encerrado no instante em que a bola encontrava as redes… Aquele era o momento em que milhões de são-paulinos deveriam apenas se “deliciar” e prestar homenagem por horas a fio ao feito do maior MITO do futebol mundial depois de Pelé, nosso rei Rogério Ceni!!! O que ele fez ontem foi um “absurdo”! O mundo “conspirou” a seu favor, proporcionando-lhe a maior alegria que um atleta poderia ter e provavelmente também para 17 milhões de Tricolores!
    Obrigado, Ceni! Posso dizer que este foi um dos dias mais felizes de minha vida! Me emocionei e chorei como há muito não acontecia!
    Nunca esquecerei deste 27 de Março de 2011! Dia do maior feito futebolístico de todos os tempos!!!
    Um grande abraço!

    • Leonardo says:

      Todos nós só podemos agradecer ao mito, por compartilhar conosco este momento.

      Toda a vez que vejo o vídeo eu vibro como criança

  8. Jose Rubens says:

    Leo,

    Grande texto! Da mesma forma que vc, me emociono a cada dia desde domingo, pois quando chego em casa, tomo banho, cozinho e janto ouvindo o centesimo com as narracoes de Jose Silverio e Nilson Cesar…. eh emocionante! Lagrimas me vieram aos olhos no domingo, pela terceira vez em minha vida, por conta do futebol….

    Um grande abraco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: