A obsessão

Vocês perceberam que a partir do momento que determinados clubes deixaram de tratar a Libertadores como um campeonato e passaram a tratá-la como obsessão nunca mais jogaram direito esta competição? Este é o caso do Corinthians, São Paulo e a grande maioria dos clubes brasileiros. Parece que só conseguem pensar na competição como sucesso, em caso de vitória, ou completo fracasso em caso de derrota. De repente deixaram de pensar que existe outro time do outro lado do campo, que este time também quer vencer e que o esporte é isto.

A torcida, incapaz de pensar sozinha, vai meio que na onda. E aí surgem os carros destruídos, a caça as bruxas dentro do elenco e este tipo de manifestação.

Não estou dizendo que a derrota do Corinthians de ontem foi justificável. Não foi. O Corinthians é infinitamente mais time e tenho certeza que o salário do Ronaldo sustenta a folha de pagamento do Tolima por uns três meses.

Ficou bem claro para todos que o Tolima foi infinitamente mais time que o Corinthians de um modo geral, correto? Disso ninguém discute, né? Também foi notório a qualquer um que assistiu ao jogo que assim que o Corinthians ergueu um pouquinho a cabeça e lembrou mais ou menos o que é ser time grande prendeu o Tolima em seu campo de defesa e dominou completamente o jogo. Então dá pra ver que lá tem time, o problema não é mais o técnico, jogador nem nada, já superou este ponto. Talento em 15 minutos agente conseguiu ver que eles têm o que falta é a cabeça. Aí que o lance de transformar a Libertadores em obsessão e obrigação enforcou o Corinthians na própria corda.

A cada eliminação que passa, ao contrário do amadurecimento natural que acontece com todos os clubes, o Corinthians passa por um processo de aumento de pressão. Desculpem-me os corinthianos, mas assim vão passar mais cem anos e nada vai acontecer, para delírio dos rivais, e a cada ano vai doer mais.

Existiram erros táticos?

Sim. Não concordo até agora com a saída do Bruno César, entrar com três volantes em jogo que você precisa fazer gol também é errado e três volantes que não cobrem os laterais é pior ainda, mas mesmo com todos estes erros o Corinthians era muito mais time que o Tolima.

Só que muito maiores que os erros táticos foi o branco que deu no time inteiro e este branco tem justificativa:

Ou metade do time foi abduzido por ETs, ou eles sentiram a pressão que eles criaram no primeiro jogo e que foi potencializada pela torcida e pela mídia.

Eu achava que não seria suficiente para eliminar o Corinthians da competição, mas o cenário estava muito desenhado. O time joga mal em casa, precisa decidir, adversário pequeno, obrigação de vencer e dar show. Um prato cheio para o demônio que tanto assombra o Parque São Jorge nesta competição.

Em fim.

Falando como amante de futebol acho terrível o Corinthias ter saído da Libertadores. Um grupo com Estudiantes, Cruzeiro e Corinthians seria fantástico. Três grandes times brigando bonito para ver quem pega as duas vagas.

Falando como são paulino não vou ser hipócrita de dizer que não senti uma felicidadezinha. 🙂

O certo é que o ano não acabou como muitos comentaristas cismam burramente em dizer, ainda tem Paulista, Brasileiro e tudo mais, e venhamos e convenhamos, se no fim de semana acontece uma vitória de três a zero em cima do Palmeiras todo mundo esquece o jogo de ontem.

Futebol é assim.

Eu só acho que se a caça as bruxas movida a paixão começar o principal prejudicado vai ser o Timão. Querem queimar Ronaldo, Roberto Carlos, Chicão, Jucilei e tudo mais, queimem.

Só não venham reclamar quando o time não tiver craque para decidir jogo e acabar brigando para não cair. Todos que citei são ótimos e já decidiram algum jogo para a Fiel.Não é hora de esquecer o passado para ferrar com o futuro, se isto acontecer aí sim dá pra falar que o ano está acabado para o Corinthians porque elenco para superar uma foiçada destas este time não tem e pelo que eu me lembre o próprio Corinthians já colheu diversos frutos podres de revoltas e foices movidos a paixão.

Em geral a lágica do futebol funciona assim, se a massa pede, não faz. É burrice.

Anúncios

6 Responses to A obsessão

  1. SERGIO FERNANDO says:

    Ei Corinthians, vamo pra Libertadores? – Vou ñ, quero ñ, posso ñ, o Tolima ñ deixa ñ! ♪♫

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk CHUPA GAMBÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!

  2. fabadas says:

    Cade o curinguinha, kk, vamo la, tenta ser tricampeao do mundo, tricampeao da libertadores, o resto é resto.

  3. Ariel says:

    o maior salario dentro do tolima e do atacante que fez o segundo gol, e de 21 mil reais, o corinthians acho que ia decidi a qualquer hora, e se esqueceu de joga futebol. honestamente gosto mais do futebol show, mais contra o tolima bastava joga serio sem firula, so joga serio…

  4. Ariel says:

    mais honestamente como palmerense
    eu to felizzzzzz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: