Nunca será!

Prometi para mim que não iria escrever nada sobre esta palhaçada que tomou conta do nosso país até que ela acabasse. Eu esperava que ela acabasse hoje e não acabou, os torcedores a porta do hotel Copacabana só nos mostraram o quanto somos idiotas por acompanhar tudo isto.

Vamos do início.

Ronaldinho Gaúcho é um cara que me lembra muito um outro pseudo-craquezinho que já até passou pela acidez deste que vos escreve aqui e aqui sobrou mais um pouquinho pra ele.

Ambos foram criados pelos seus clubes como joias a serem lapidadas e que um dia iriam embora e encheriam os cofres destes resolvendo no mínimo metade de todas as dividas da história destes clubes. Mostrando a mesma falta de caráter e gratidão do nosso querido Kaká, Ronaldinho simplesmente esperou seu contrato vencer, forçou sua saída para o exterior e o Grêmio acabou tendo de vendê-lo a preço de banana.

Se dependesse somente deste acontecimento eu já não gostaria de ver este pseudo craque no meu querido tricolor Paulista. Ao contrário da maioria dos torcedores eu sou chato, tenho memória que não se apaga nos primeiros dois gols, e cobro o mínimo de caráter de qualquer um pra jogar lá. É por isto que nunca quero ver Kaká com a camisa do São Paulo e ficaria tremendamente envergonhado pelos gremistas ao ver Ronaldinho Gaúcho vestir o manto azul, preto e branco. É exatamente por gente sem memória que fica na porta do hotel Copacabana que jogadores como Kaká e Gaúcho acabam se tornando maiores que clubes sagrados de futebol, como São Paulo e Grêmio. Não é que não quero que estes jogadores vistam novamente a camisa destes clubes, é que eu acho que não merecem, Ronaldinho deveria sentir vergonha toda vez que colocasse os pés em Porto Alegre. O Grêmio não merece ter Ronaldinho novamente, o Grêmio é grande demais para isto e Ronaldinho não merece nem a foto do manto gremista.

Aí as Ronaldetes sem memória vão gritar, mas ele ama o Grêmio, aqui é a sua casa. Novidade para vocês, tenho certeza que se o Internacional oferecer três vezes o valor do Grêmio ele vai pro Beira Rio e ainda beija o manto.

Gente assim não tem amor por nada além de dinheiro.

Conversando com um amigo sobre esta besteira que a gente tanto segue ele me disse assim: – Cara se depender do quão mercenário o Assis é, o Ronaldinho acaba no oriente médio ganhando um milhão por semana e ainda dá um pé na bunda do Flamengo, Palmeiras e Grêmio.

E olha, não digo que isto é impossível não viu.

O que mais me impressiona no Ronaldinho é que ele saiu do Brasil como um moleque que não tem poderes sobre seu futuro e depois de um bom tempo onde ele deveria ter amadurecido ele simplesmente volta da mesma forma, um moleque. Fico pensando como um cara deixa que outra pessoa decida seus próximos quatro anos sem aparecer em nenhuma reunião. Só isto já mostra o comprometimento que este moleque vai ter com seu futuro clube. Se alguém aí escolhe um lugar para você trabalhar por quatro anos e você não dá a mínima quer dizer que pra você tanto faz, você vai ser o mesmo lixo em qualquer lugar, não está nem aí.

O mais legal é o quanto, na minha opinião este monte de besteira conseguiu supervalorizar este ex-jogador.

Tirando a fase de Barcelona, onde de fato Ronaldinho era um alien, o Gaúcho não jogou bola nenhuma a vida inteira. Não estou dizendo de futebol onde você dribla, a chapéu e tudo mais e acaba perdendo o jogo, estou falando de futebol objetivo, para o clube e para o time e não para si mesmo. Sempre disse para meus amigos que ele era muito mais um Globetrotter do que jogador de futebol. Não é craque, mais uma vez vou repetir, craque é o cara que coloca a bola em baixo dos braços e resolve, craque é o cara que lidera o time, a referência e o principal requisito: craque tem personalidade. Por acaso vocês conseguem ver Fórlan, o craque da copa que sou muito fã, ignorando onde vai jogar nos próximos quatro anos. Conseguem ver Romário e Zidane nesta situação?

Quero que numerem os jogos que Ronaldinho realmente decidiu e fez a diferença. Para um jogador tão valorizado vocês se assustariam com o quão pequeno é este número.

Tenho certeza que é uma escolha terrível mesmo, em um lado temos loiras lindas de olhos verdes, no outro temos os bailes Funk cariocas e na outra ponta da balança temos a noite Paulistana que nunca para. Dúvida cruel, mas em qualquer das decisões ele sai ganhando, quem sai perdendo são os trouxas que ficarão no sofá na esperança de ver uma jogada de craque, mas olha só, não tem nenhum craque lá. Mas fiquem tranquilos, em um ano, quando ele notar que não tem a menor chance na seleção brasileira, onde verdadeiros craques estão começando a crescer, ele dá um jeito de forçar a saída pro Catar, Rússia ou qualquer lugar onde possa ganhar mais e mais dinheiro.

Nunca será craque, nunca será homem.

Anúncios

11 Responses to Nunca será!

  1. CAIRO says:

    falow tudo, parabens pelo post !!!

  2. gabriel says:

    “craque é o cara que coloca a bola em baixo dos braços e resolve”

    – Só pra avisar, futebol se joga com os pés

  3. Ramon says:

    Cala a Boca Cara … para de escrever merda … o Kaká jogou e joga muito … assim como o Ronaldinho … seriam titulares em qualquer time brasileiro, e principalmente no Tricolor Paulista que NÃO TEM ARMADOR DE JOGADAS!

    • Leonardo says:

      joga muito mesmo, faz a diferença, como no jogo da copa né?

      Contra a Holanda que ele se escondia atrás do marcador né? Cagando de medo de receber alguma bola.

      Torcedor Modinha e sem memória é foda

    • Marco says:

      Um jogo que ele decidiu na época do SP?

      Ah nenhum ele é pipoqueiro!

      Na seleção??

      Ahh pipoca

      No Milan??

      tsc tsc tsc

      Nem jesus e a renascer ajuda ele a jogar futebol

  4. Serbão says:

    Gabriel, colocar a bola embaixo do braço e resolver é coisa de craque sim. Pegue as imagens da decisão em 58, quando a Suécia fez 1×0 ,e você vai entender o que o Leonardo quis dizer.
    Tá na wikipedia a descrição do lance:
    “Nem o gol sueco que inaugurou o placar abalou a equipe. Didi, o príncipe etíope, certamente uma das peças mais importantes do time brasileiro, pegou a bola e foi calmamente andando com ela debaixo dos braços, lembrando a todos que o Botafogo tinha dado uma goleada na Suécia e não ia ser a seleção brasileira que ia perder deles.”

  5. Ariel Lazaretti says:

    o kaka nao e craque, o ronadinho poderia ser um, ja que futebol para isso ele tem, mas infelizmente ele nao tem carater para isso, nao e homem pra vestir qualquer camisa de clube brasileiro.
    e ate um pecado ele vesti a 10 que foi de zico. eu nao queria ele no verdao.

  6. Pingback: Só Twittando « Na Zona do Agrião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: