Mais um show de horrores

Confesso que não tenho nenhum animo para falar deste São Paulo de 2010 que de longe é a esquadra mais sem vergonha que já vestiu a camisa do time.

Afirmo que são sem vergonhas, mas não por que não tem talento ou são ruins de bola, muito pelo contrário.

Tem MUITA qualidade no time.

Qualidade na zaga com Xandão, Miranda e Alex.

No meio com Lucas, Cleber Santana, Jean.

Na lateral com o Carleto.

No ataque com o Marlos e o Ricardo Oliveira.

Enfim, tem muita qualidade aí. É um time acima da média.

Mas o que falta é vergonha na cara mesmo.

Sabe quando você está em um churrasco, toma umas cervejas, come aquela churrascada e tudo mais e então depois de tudo isto vai jogar bola com a molecada por que eles estão enchendo o saco?

Já passou por isto?

Então você deve saber a forma que você joga… A molecada dá um show de bola nos adultos por que eles não correm, não estão muito atentos e tal e nem aí pra peleja.

Se você já passou por algo semelhante sabe exatamente como foi o jogo de ontem.

Provavelmente o tricolor entrou em campo logo depois de sair de alguma ótima churrascaria gaucha.

Um time gordo, lento, a zaga perdia todas as bolas na velocidade e o Grêmio fazia o que queria.

Grêmio alias que está se reestruturando.

O time não joga aquela barbaridade como os lideres estão jogando, mas o meio já é um pouco mais ofensivo, troca bons passes, o único problema é a dependência da boa inspiração do Douglas, que desde o Corinthians mostra que não dá para confiar nele para resolver os jogos.

Quando ele está inspirado joga muito, quando não está não aparece. Nada demais, bem comum até para os jogadores deste brasileirão.

O resultado não retrata nada o que foi o jogo. Poderia ter sido muito mais para o Grêmio.

Os gols do São Paulo também foram mais aqueles gols espíritas que jogadas em si.

O juizão inventou um pênalti e o outro foi o único momento de jogada invidual do jogo inteiro para o lado paulista.

Agora voltando a falta de vergonha na cara.

O atual momento do time se encaixa perfeitamente na conclusão de que o problema não é o técnico, este é só mais um fantoche do Juvenal.

O problema é o comodismo da maioria dos jogadores e a falta de estímulo total do time.

Pra dizer a verdade é até compreensível. Não importa o que aconteça o salário deles está sempre garantido.

Jogadores como Miranda, Cleber Santana, Ricardo Oliveira não demonstraram a mínima vontade de mudar um pingo na história contada ontem.

Os outros mais jovens quero acreditar que estão apenas indo no embalo. Eles sabem que os mais velhos estão assim e acabam ficando por influência.

Quero acreditar muito nisso, por que um jogador que acaba de subir da base estar desmotivado é difícil de suportar.

Em fim.

Acho que muita coisa tem que mudar para este São Paulo, e última delas é o técnico.

Vitória justíssima do Grêmio queria que tivesse sido de mais até.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: