Fogão e Tricolor – Brasileirão 2010

E para felicidade do time são-paulino o fogão eliminou toda responsabilidade que indiretamente a torcida colocou nas costas dos jogadores quando eles ganharam três seguidas e supostamente arrancaram para o campeonato.

O suposto craque Marcelinho talvez tenha sentido o status de craque que ele ganhou do dia para a noite devida euforia dos torcedores e o time tricolor sentiu o status de Jason que inventaram.

O jogo foi bem simples.

O Baresi cometeu o erro que todos os treineiros contemporâneos cometem, a covardia.

Veio para o Engenhão para arrancar o empate sem vergonha nenhuma. Em nenhum momento tentou ganhar, ao contrário do Botafogo.

O primeiro tempo foi bem tranqüilo. O São Paulo só se defendeu e o Botafogo não conseguia entrar no ferrolho tricolor.

A aula de futebol e hombridade veio do Joel.

Perdeu dois um lateral e um volante e meteu dois atacantes. E fez o correto, pois parece que só o Baresi não entendia que o empate era terrível para os dois.

O Bota estava então sem medo de ser feliz e sem medo de ganhar como todo o time de grande não poderia deixar de ser.

Fogão foi pra cima com os ótimos Maicosuel, Loco, Edno e todo a trupe. O São Paulo rezava para não tomar um golzinho, mas de forma justa o gol saiu e foi do Fogão.

Ainda mais com a zaga ridícula tricolor. Quem é Samuel?

Jogador de empresário é complicado. Por mais que o Miranda esteja numa fase grotesca é melhor que este.

Aí como todo técnico covarde, o Baresi viu a água bater e resolveu ir pra cima… Por que não fez isto desde o início?

Detalhe apenas para a vítima chamada Dagoberto.

Dagoberto reclama que não tem oportunidade e que estão contra ele, quando ele tem oportunidade não consegue chutar uma bola ao gol, atrasa todos os contra-ataques e prefere o drible idiota ao toque para o companheiro.

Fantástico.

Perdemos demais a oportunidade de negociar ele…

Bom, basicamente o jogo foi este.

Quando o São Paulo resolveu sair desesperado e sem a formação ideal para o ataque, visto que tínhamos uns trinta volantes em campo o São Paulo levava tanto perigo quanto um Chiuaua.

Fogão dominou demais o jogo.

Tem um ótimo time e o São Paulo deu muita sorte por que o Jobson não estava em campo.

E o craque Marcelinho desapareceu no jogo…

Isto é para a torcida e os marqueteiros do clube aprenderem a não ficar chamando o garoto de novo Messi ou novo alguma coisa no primeiro jogo bom que ele faz.

O garoto é bom?

É.

É diferenciado, mas sofre o peso, tem que tomar muito cuidado com isto. Não consigo contar nos dedos a quantidade de jogadores que foram estragados por este auê todo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: